Resenha: Primavera Eterna

janeiro 16, 2016

Olá pessoal, hoje trago um livro muito especial, Primavera Eterna é a história de uma jovem cheia de sonhos esquecidos, que ousa arriscar tudo o que tem e acaba encontrando a si mesma. A autora Paula Abreu nos mostrou que podemos nos encontrar com as lembranças de infância que tentamos esquecer, mais sempre está na nossa memória. Em 22 capítulos ela conta a história de Maia e o seu encontro com o homem que ela se apaixonou aos 12 anos.
Quem nunca teve um namoro de infância e nunca esqueceu?

Será que você arriscaria tudo para reencontrar esse amor?

É o que acontece com Maia ela arrisca tudo para reencontrar seu amor de infância.

Título: Primavera Eterna
Autora: Paula Abreu
Editora: Arqueiro
Lançamento: 2014
Páginas: 117

"Certo dia, tentando imaginar como seria sua vida no futuro, o casamento, os filhos, visualiza duas crianças loirinhas correndo... Loirinhas?
Então ela se dá conta de onde vem aquela cor de cabelos: Diogo, o menino por quem se apaixonou à primeira vista aos doze anos, numa cidadezinha no interior, onde costumava passar os fins de semana com a família. 
Acontece que ele se mudou para os Estados Unidos há mais de dez anos e, a essa altura da vida, já nem deve se lembrar mais dela. Mesmo assim, no impulso, Maia decide reencontra-lo".


Maia é uma publicitária bem sucedida com emprego estável e um namorado, mais nunca esqueceu do menino de cabelos iluminados, e de uma hora para outra ela decide pedir férias da agência inventa uma desculpa para o namorado e vai para Nova York reencontrar Diogo, o seu amor de infância. Eles se conheceram quando ela tinha doze anos e estava indo passar alguns dias em um sítio no interior com os seus pais, o que chama sua atenção é quando ela ver um menino de cabelos muitos loiros brincando com pedrinhas sobre a terra, Diogo. Eles só ficam jundos por dois dias, quando os pais de Diogo decidem leva-ló para Nova York e eles nunca mais se veem, até quando Maia decide ligar para ele do hotel com o número que ela tinha guardado e marca um reencontro. A autora Paula Abreu mostra um momento em que nos podemos nos reencontrar com o passado e poder descobrir as verdades, que sempre geraram dúvidas, de porque isso? ou aquilo?.
Apesar de ser o seu primeiro romance a autora soube passar os seus sentimentos nessa obra, através de Maia.

Cheguei a Nova York decidida: tinha feito a maior estupidez de todos os tempos, mas não levaria adiante. Não, eu não ia ligar para um homem por quem havia me apaixonado à primeira vista aos 12 anos. Em vez disso, iria aproveitar as férias da agência e o meu tempo da cidade para conhecer os museus, assistir às peças da Broadway e me divertir, como qualquer pessoa normal faria.



Você Pode Gosta Também

0 comentários. Clique aqui

Deixe seu comentário e retribuirei com muito prazer.

Pan Page!

Faço Parte!

Descontos!!!

@livrosmundofantastico